O que realmente importa na hora de comprar uma impressora?

O que as vezes importa na hora de comprar uma impressora?
19 de julho de 2011

por: Melissa Riofrio, PCWorld EUA e Rafael Rigues, PCWorld Brasil

Não importa se ela é laser, multifuncional ou jato de tinta: ignore a velocidade e concentre-se nos custos de impressão

Ao comprar uma impressora, você tem que pensar a longo prazo. Preste atenção a coisas como o rendimento dos cartuchos, medido em número de páginas, o custo de cada um deles e se ela é capaz de imprimir nos dois lados de uma folha de papel. Com isso, você poderá ter a certeza de que aquela impressora baratinha não irá custar uma fortuna com o passar do tempo.

Duplex automática: uma impressora com este recurso é capaz de imprimir nos dois lados de uma página automaticamente, o que economiza papel e dinheiro. A duplex manual (geralmente auxiliada por avisos na tela ou na impressora dizendo como e quando virar o papel) é melhor que nada, mas a maioria das pessoas a considera um incômodo.

Rendimento por página: todos os cartuchos de tinta e toner tem um número que indica quantas páginas podem ser impressas antes que eles se esgotem. Este número costumava variar muito, mas esforços de padronização por entidades como o ISO/IEC ajudaram a torná-los comparáveis. Ainda assim, os resultados podem variar, dependendo do que você costuma imprimir e com que frequência.

Sabendo o rendimento, fica fácil calcular o custo por página de um cartucho. Basta dividir seu preço pelo número de páginas. Ou seja, um cartucho preto de R$ 39,90 que imprime 200 páginas tem custo por página de aproximadamente R$ 0,20. Leve isso em conta na hora de comprar uma impressora: um modelo com custo por página menor resulta em economia a longo prazo.

Cartucho completo ou “starter”: muitas impressoras baratas vêm equipadas com cartuchos de tinta ou toner em tamanho “starter”, que tem menor capacidade do que os cartuchos vendidos separadamente: alguns são suficientes para apenas 10 ou 20 páginas. Muitas vezes eles são anunciados como “brinde”, sem que a diferença seja especificada.

Ou seja, logo você precisará comprar cartuchos novos, e o barato acaba saindo mais caro. Por exemplo, se uma impressora jato de tinta usa 4 cartuchos (preto, magenta, ciano e amarelo) e cada um custa R$ 34,90, em pouco tempo você precisará desembolsar mais R$ 139,60 para continuar imprimindo. Leve isso em conta na hora de comparar os preços.